Últimas postagens

Vacina Covid-19: Alesc defende inclusão de profissionais da educação especial no grupo prioritário

O Parlamento catarinense aprovou nesta quinta-feira,16,  indicação apresentada pelo deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) solicitando à secretária de Estado da Saúde a inclusão dos profissionais que atuam na educação especial no grupo prioritário para imunização contra a Covid-19.

O grupo abrange educadores que atuam em entidades e escolas regulares dando suporte pedagógico a alunos com deficiência. A indicação havia sido discutida e deliberada durante reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Santa Catariana – ALESC , que é presidida pelo parlamentar.

Na justificativa, o deputado argumentou que a inclusão se faz necessária diante das medidas tomadas  que tornaram  essencial  o funcionamento das atividade educacionais durante a pandemia e a que desobriga o uso de máscara dos alunos com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado do equipamento.

“É uma ação necessária tanto do ponto de vista da saúde dos profissionais como dos alunos especiais, que estão mais vulneráveis,  e seus familiares. As manifestações da Covid-19 em pessoas com deficiência tem se mostrado mais impactante, desenvolvendo quadros mais graves da doença. O objetivo é resguardar a saúde e a vida dessa população e minimizar os impactos da pandemia no cenário social catarinense. O posicionamento do parlamento nesse sentido é fundamental para que o governo tenha isso como prioridade.”, afirmou Dr. Vicente, que é médico neurologista.

Professores poderão ter vacina antecipada

Durante reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, realizada nesta semana, e presidida pelo deputado Dr. Vicente, a  coordenadora técnica do Comitê Estratégico de Retorno às Aulas e do Plano de Contingência Estadual para Educação (Plancon Edu Estadual), Carin Deichmann,  informou que o governo do Estado já trabalha com a perspectiva  para que todos os professores e demais profissionais da educação, incluindo os da  educação especial, tenham a vacinação contra a Covid-19 antecipada. Eles seriam vacinados logo após os idosos e profissionais de saúde, junto com as pessoas com comorbidades, conforme o Plano Nacional de Imunização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top