História do Coronavírus

Dr. Vicente participa de reunião para habilitação de cardiologia de alta complexidade no hospital São José
20 de maio de 2020
Dr. Vicente articula reunião da Acijs com Secretário da Fazenda
22 de maio de 2020

História do Coronavírus

Há semanas este é o principal assunto da imprensa falada, escrita, televisionada e na Internet. Embora tanto se fale, muita gente ainda tem dúvidas e não sabe bem a diferença entre Coronavírus, novo Coronavírus e Covid-19.

Vamos tirar as dúvidas?

Coronavírus e Novo Coronavírus são os nomes dos vírus, e CoViD-19 é o nome da doença provocada pelo Novo Coronavírus.

Identificados nos anos 1960, os Coronavírus pertencem à subfamília taxonômica Orthocoronavirinae da família Coronaviridae, da ordem Nidovirales. Eles se subdividem em vários gêneros, espécies e cepas. Alguns atacam animais, outros afetam a espécie humana, causando desde doenças leves, com sintomas parecidos ao de um resfriado comum, até doenças graves como a SARS, a MERS e atual CoViD-19.

O Coronavírus ficou conhecido mundialmente em 2002 quando causou a SARS – a Síndrome Respiratória Aguda Grave – doença que se espalhou para vários países a partir da China fazendo cerca de 800 vítimas – 10% das 8.000 pessoas que se infectaram.

Uma nova cepa de Coronavírus, surgida na Jordânia em 2012, causou a MERS – a Síndrome Respiratória do Oriente Médio – enfermidade que se disseminou no Oriente Médio e chegou até a Coréia do Sul, vitimando 35% das 2.500 pessoas que se contaminaram, doença que apresentou o impressionante índice de letalidade de 35%.

E na China, em 2019, surgiu outra linhagem do vírus – o Novo Coronavírus – responsável pela doença CoViD-19 que está provocando esta pandemia. Seu índice de mortalidade é de 3 a 4%, mas a sua capacidade de transmissão é muito, muito maior do que as dos demais vírus, pois ele se transmite mesmo por pessoas sem nenhum tipo de sintoma e tem uma capacidade e velocidade de reprodução muito superior as dos demais.

Como prevenção, lave as mãos, evite aglomerações e use máscara!

Se você não tem nenhum sintoma, deve usar para não transmitir a doença sem saber.

Se você é dos grupos de risco, deve usar máscara para se proteger.

Cuide de si, e de todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *