WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.47.28
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.58
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57 (2)
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57 (1)
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57
previous arrow
next arrow

Dr. Vicente se manifesta sobre polêmica no transporte público para deficientes de Joinville

Emenda do Dr. Vicente garante R$ 100 mil para município de Descanso
27 de julho de 2021
Dr. Vicente critica “interferência política” que impede uso dos recursos de SC nas BRs 470, 280 e 163
29 de julho de 2021

Dr. Vicente se manifesta sobre polêmica no transporte público para deficientes de Joinville

Deputado elogia serviço implantado no município que busca em casa os deficientes com mobilidade comprometida

O presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência, deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB), se manifestou sobre a polêmica em torno do transporte público gratuito para deficientes físicos em Joinville. Em audiência pública realizada na Câmara de Vereadores do município, a necessidade e amplitude do serviço foi questionada pelo vereador Neto Petters.  Além de ônibus adaptados nas linhas, a empresa concessionária oferece micro-ônibus especiais para buscar em casa pessoas com mobilidade reduzida que estejam cadastradas. “Não se pode retroceder na questão da inclusão”, opinou Dr. Vicente.

“É louvável a preocupação do vereador Neto Petters, assim como da Câmara de Vereadores, de discutir e propor ações para melhorar, deixar mais eficiente e acessível, o transporte público ao conjunto de toda a população. Mas isso deve ser feito sem perder o aspecto humano envolvido nessa questão. Não se pode discutir isso sem reconhecer os direitos e as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência, como os cadeirantes e outros grupos com deficiência severa. Pessoas que não conseguem se deslocar até o ponto de ônibus e que têm no transporte público a forma de se deslocar para o local de trabalho, para estudar, para ter uma vida digna. O serviço oferecido pelo município deve servir de exemplo até para outras cidades.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *