Dr. Vicente assina pedido de CPI dos respiradores

“Governador precisa ter rédeas nas mãos”, afirma Dr. Vicente
22 de abril de 2020
Por meio de emenda do Dr. Vicente, bombeiros de Joinville adquirem equipamentos de proteção respiratória
30 de abril de 2020

Dr. Vicente assina pedido de CPI dos respiradores

O deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB), ex-secretário de Estado da Saúde, assinou, junto como outros 38 parlamentares, o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar se houve irregularidades na compra de 200 respiradores artificiais pelo governo estadual que ainda não foram entregues. O pedido de CPI foi aprovado por unanimidade na tarde desta quarta-feira, 29, pelo plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

A compra dos 200 respiradores artificiais foi feita com dispensa de licitação, ao custo de R$ 33 milhões. O pagamento total foi realizado no início do mês de abril, no ato da compra. A empresa descumpriu o contrato e a entrega dos respiradores, que deveria ter ocorrido no decorrer do mês de abril, segue indefinida.

O deputado afirmou que espera que o governo seja rápido em esclarecer os fatos para que a sociedade conheça a verdade com relação à compra de respiradores artificiais, altamente necessários para enfrentar a pandemia do Covid-19, e que o processo da CPI não seja conturbado por interesses políticos.

“É hora de responsabilidade de quem é pago para defender os interesses do povo. A vida das pessoas, o enfrentamento da pandemia, deve estar em primeiro lugar. Vários municípios, como Concórdia, já estão com dificuldade em ofertar leitos de UTIs. Que esse processo de investigação não seja conturbado e não haja uso político da situação. Clamo aos deputados que se coloquem no lugar de quem está lá fora e precisa de atendimento médico de qualidade, seja jovem ou idoso”, defendeu o deputado Dr. Vicente.

Afastamento do Secretário

Os deputados estaduais também aprovaram por unanimidade requerimento da comissão especial que tem o objetivo de acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao novo coronavírus pedindo ao governador o imediato afastamento do secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, devido aos indícios de irregularidades na compra dos 200 respiradores artificiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *