WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.47.28
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.58
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57 (2)
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57 (1)
WhatsApp Image 2021-08-16 at 12.30.57
previous arrow
next arrow

Alesc vai discutir o Turismo inclusivo em Santa Catarina

Alesc vai discutir o Turismo inclusivo em Santa Catarina
4 de julho de 2019
Deputado Caropreso participa do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Vitivinicultura
5 de julho de 2019
NO PLENÁRIO

O turismo acessível, acessibilidade urbana e adaptação de atividades turísticas serão abordados em seminário no parlamento catarinense.

Em reunião na manhã desta quarta-feira (03), a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa aprovou a realização de “Seminário Catarinense de Turismo Acessível”, que será realizado no dia 22 de outubro no Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, na Assembleia Legislativa, e tem como objetivo promover a discussão sobre a estruturação e transformação dos destinos e produtos turísticos de Santa Catarina em locais acessíveis.

De acordo com o presidente do colegiado e autor da proposta, deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB), promover o Turismo Acessível significa garantir que todos os cidadãos com deficiência ou mobilidade reduzida sejam capazes de alcançar e utilizar serviços e equipamentos turísticos com segurança e autonomia.

O parlamentar salienta que a acessibilidade não é privilégio. Todos têm direito a acessar serviços de lazer e turismo em igualdade de condições.

Segundo a ONU, existem no mundo 500 milhões de pessoas com deficiência. No Brasil, são 45 milhões de pessoas com alguma deficiência, representando quase 23,9 % da população total.

Além dos deficientes, alguns idosos apresentam restrições de mobilidade e precisam de mais segurança e estruturas e equipamentos adaptados. Apesar do mercado significativo, existem pouquíssimas empresas turísticas em Santa Catarina e no Brasil adaptadas a atender esse público-alvo com qualidade.

“O debate sobre acessibilidade urbana e à adaptação de atividades turísticas é primordial para verificar as políticas efetivas viabilizadas por gestores públicos e privados no desenvolvimento do turismo acessível nos destinos turísticos”, assinala Caropreso.

O seminário vai reunir profissionais da iniciativa privada, comunidade acadêmica, representantes do poder público, gestores públicos e da iniciativa privada, profissionais que atuam no turismo, pessoas com deficiência e/ou com mobilidade reduzida, profissionais dos cursos de Turismo, Hotelaria, Arquitetura, Engenharia e entidades do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *